”Próxima reunião da Câmara Temática às 19 horas, Casa da Cultura”

sábado, 25 de agosto de 2012

Arraiabada

Os amigos do Centro de Iluminação Cristã Luz Universal - Alto Santo, convidam para a Arraiabada que será realizada no próximo dia 1º de setembro, na casa da Madrinha Peregrina Gomes Serra, a partir das 18 horas.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Lei Municipal de Incentivo à Cultura diploma projetos aprovados no Edital 2012 e abre novo prazo para apresentação de projetos nas áreas de Patrimônio Cultural e Esporte e Lazer

Diplomação
Cumprindo o Cronograma pactuado com os Conselhos Municipais de Políticas Culturais – CMPC e de Esporte e Lazer – COMEL, a FGB realizou nesta, sexta-feira, 17 de agosto, às 10h, no Parque Capitão Ciríaco, a Diplomação dos Projetos Aprovados no Edital 2012, da Lei Municipal de Incentivo.

A partir desta etapa, os proponentes dos projetos aprovados podem iniciar contatos com empresários para realizar a troca do bônus e assegurar a execução de seus projetos.
Por meio desse mecanismo de financiamento, o empresário pode vincular seu empreendimento a ações culturais ou esportivas, de maneira simples, sem ônus financeiro adicional para sua empresa e gerando um grande retorno para sua marca. Ao decidir apoiar uma iniciativa cultural ou esportiva, portanto, o empreendedor poderá obter um bom retorno em termos de mídia, tendo em vista que sua logomarca será divulgada em quaisquer obras, impressos, trabalhos e atividades resultantes do projeto.

Leia mais no Blog do Sistema Municipal de Cultura

Awara Nane Putane - Uma história do cipó

Uma história do cipó é um curta-metragem em animação que conta o mito de origem do uso tradicional da ayahuasca, na versão da etnia yawanawa, que vive no coração da floresta amazônica, nas margens do Rio Gregório, no Estado do Acre. O curta é todo falado em idioma yawanawa, povo que pertence ao tronco linguistico Pano.
O roteiro e direção é de Sérgio de Carvalho, com produção de Karla Martins e Sérgio de Carvalho, Direção de Animação de Silvio Toledo e Valu Vasconcelos, Edição de Bruno Saucedo, Trilha Sonora e Mixagem de Duda Mello, Produção Indigena de Shaneihu Yawanawa, Vinnya Yawanawa e Vadé Yawanawa, Direção de Arte de Fred Marinho e Silvio Toledo, Pesquisa e Still de Talita Oliveira e Ney Ricardo, vozes de Shaneihu Yawanawa,Tika Matxuru , Nãynawa, Alda Artidor ( Dona Nega) Yawanawa,Yuva Yawanawa Kapacuru Yawanawa e Story Board de Clementino Almeida.

O projeto foi selecionado pelo Edital de Fomento ao Curta Metragem do MINC/SAV e teve apoio cultural do Governo do Estadodo Acre, por meio do DERACRE e Fundação de Comunicação e Cultura Elias Mansour, Fundaçãode Cultura Municipal Garibaldi Brasil, Funerária São João Batista, ABD&C Acre, Wave Produções e VT Publicidade.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

PF é criticada no Acre por incinerar daime junto com entorpecentes

Por Altino Machado

Sete entidades do Acre divulgaram uma "nota de esclarecimento" em que criticam a Superintendência da Polícia Federal pelo "constrangimento" de ter incinerado em junho, em Rio Branco (AC), ayahuasca (daime) junto com entorpecentes apreendidos durante operações no Estado.

As entidades, que contestam o "equívoco desta prática", afirmam que o daime, vegetal, ayahuasca, cipó, yagê ou hoasca é uma bebida sagrada de uso milenar por comunidades indígenas amazônicas e é parte integrante da cultura do Acre desde a primeira década do século passado, nos primórdios de sua formação.

Os signatários da nota pedem que as autoridades, no cumprimento das determinações legais referentes ao tráfico e usos indevidos de substâncias tóxicas ou entorpecentes, excluam a menção ao daime, vegetal ou ayahuasca.

Em caso de apreensão de ayahuasca, em circunstâncias de transporte ilegal ou outras situações que contrariem as condutas dos segmentos culturais, indígenas ou religiosos, sugerem que seu descarte seja realizado de forma respeitosa, em ambiente natural, de preferência na terra, desassociado de drogas, ou quaisquer outras substâncias ilícitas.

Continue lendo no Blog da Amazônia

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Nota de Esclarecimento

A propósito de matérias veiculadas na imprensa local, nos dias 28 e 29 de junho deste ano, sobre a incineração de Daime junto a entorpecentes apreendidos pela Polícia Federal no Estado do Acre, vimos a público contestar o equívoco desta prática e esclarecer o que segue:

1. O Daime, Vegetal, Ayahuasca, Cipó, Yagê ou Hoasca é uma bebida sagrada de uso milenar por comunidades indígenas amazônicas e é parte integrante da cultura acreana desde a primeira década do século passado, nos primórdios de sua formação;

2. As doutrinas religiosas constituídas a partir do uso ritual do Daime ou Vegetal tiveram seu reconhecimento público no Estado do Acre e no Brasil em diversas oportunidades, dentre elas:

* Certificado de Reconhecimento da Importância Histórica e Cultural à Madrinha Peregrina Gomes Serra, dignitária do Centro de Iluminação Cristã Luz Universal - CICLU Alto Santo, e a Francisco Hipólito de Araújo Neto, dirigente do Centro Espírita e Culto de Oração Casa de Jesus Fonte de Luz, concedido pelo Governo do Estado do Acre, em solenidade realizada no Palácio Rio Branco, no dia 15 de junho de 2012, por ocasião das comemorações dos 50 anos de Estado do Acre;

* Reconhecimento e homenagens à União do Vegetal – UDV, por ocasião do cinquentenário de sua fundação, em sessões solenes realizadas em vários municípios brasileiros, nas Assembleias Legislativas dos vinte e seis estados da Federação e do Distrito Federal, e no Congresso Nacional, em 2011;

* Título de Cidadão Acreano concedido aos Mestres fundadores das doutrinas tradicionais – Mestre Raimundo Irineu Serra (Alto Santo), Mestre Daniel Pereira de Mattos (Barquinha), Mestre José Gabriel da Costa (União do Vegetal) - pela Assembleia Legislativa do Estado do Acre, em solenidade realizada em abril de 2010;

* Entrega, em 30 de abril de 2008, ao Ministro da Cultura Gilberto Gil, do pedido de Registro do Uso Ritual da Ayahuasca como Patrimônio Imaterial brasileiro, que teve como signatários representantes dos três troncos tradicionais da Ayahuasca, Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour (FEM) e Fundação Municipal de Cultura Garibaldi Brasil (FGB). Acatado pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, o pedido deu origem ao Inventário, em curso no âmbito do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

* Reconhecimento do Segmento Culturas Ayahuasqueiras, componente da área de Patrimônio Cultural, no âmbito do Cadastro Cultural do Município de Rio Branco – CCM e criação da Câmara Temática de Culturas Ayahuasqueiras, do Conselho Municipal de Políticas Culturais – CMPC, no contexto das Leis Nº 1.676/2007 e Nº 1.677/2007, respectivamente Lei do Sistema Municipal de Cultura – SMC e Lei Municipal de Patrimônio Cultural de Rio Branco;

* Tombamento de edificações pertencentes ao CICLU Alto Santo, como patrimônio municipal e estadual e solicitação formal de abertura do processo de Tombamento no âmbito federal, em 2006;

* Criação da Área de Proteção Ambiental Raimundo Irineu Serra (APARIS), no âmbito do município de Rio Branco, em 2005;

* Reconhecimento do Centro Espírita e Culto de Oração Casa de Jesus Fonte de Luz e do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal - UDV como de Utilidade Pública, estadual e federal, pelos serviços prestados à sociedade;

* Criação do Bairro Irineu Serra em Rio Branco, a partir da comunidade fundada pelo Mestre Irineu em 1945, na antiga Colônia Agrícola Custódio Freire;

3. O respeito à diversidade cultural, incluindo crenças, costumes, hábitos e práticas religiosas, é um compromisso da Constituição Federal e da Nação brasileira como signatária da Convenção da Diversidade Cultural, firmada no âmbito da Unesco;

4. O Estado do Acre é o berço de fundação da Doutrina do Santo Daime, de inspiração divina, replantada pelo Mestre Irineu, maranhense de nascimento e pioneiro na ocupação deste território acreano, desde 1912, quando aqui chegou. Mestre Daniel, também maranhense, veio para o Acre em 1905, e fundou o seu Centro religioso em Rio Branco, no ano de 1945. Mestre Gabriel, baiano, chegou à Amazônia em 1947 e desenvolveu a União do Vegetal na década de 1950, entre os Estados do Acre e Rondônia;

5.  Os centros que professam a religiosidade com o Daime e o Vegetal são livres, abertos, frequentados por pessoas e famílias dignas e idôneas, e autoridades públicas. O Daime, Vegetal ou Ayahuasca, sacramento religioso que é parte da nossa cultura, não pode ser confundido com drogas pelo poder público que representa esta sociedade;

6. Associar drogas ao Daime, ou Vegetal, é um desrespeito a inúmeras famílias acreanas e pessoas que têm histórias e testemunhos sobre os benefícios desse sacramento, para a saúde física, mental e espiritual, inclusive em casos de dependência química;

7. As políticas públicas de combate ao tráfico e uso de drogas são recebidas com aplauso e solidariedade pelas comunidades ayahuasqueiras de Rio Branco, que enxergam nas condutas marginais um desagregador de famílias, com prejuízos profundos em especial para a juventude e para toda a sociedade brasileira.

Diante do exposto, e considerando o constrangimento das comunidades ayahuasqueiras pela prática da incineração de seu sacramento, solicitamos às autoridades responsáveis que, no cumprimento das determinações legais referentes ao tráfico e usos indevidos de substâncias tóxicas ou entorpecentes, seja excluída a menção ao Daime, Vegetal ou Ayahuasca. E que, em caso de apreensão de Ayahuasca, em circunstâncias de transporte ilegal ou outras situações que contrariem as condutas dos segmentos culturais, indígenas ou religiosos, seu descarte seja realizado de forma respeitosa, em ambiente natural, de preferência na terra, desassociado de drogas, ou quaisquer outras substâncias ilícitas.

Rio Branco, 07 de agosto de 2012

Câmara Temática de Culturas Ayahuasqueiras
João Guedes Filho - Articulador

Fundação Municipal de Cultura Garibaldi Brasil
Eurilinda Maria Gomes de Figueiredo – Diretora Presidente

Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour
Francis Mary Alves de Lima – Diretora Presidente

Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Acre
Deyvesson Israel Alves Gusmão – Superintendente no Acre

Escritório da Representação Regional Norte do Ministério da Cultura
Keilah Diniz - Representante

Assessoria de Assuntos Indígenas do Governo do Estado do Acre
José de Lima Kaxinawá - Assessor

Instituto Ecumênico Fé e Política
Manoel Pacífico da Costa – Secretário Geral

Muitos são os caminhos de Deus

INSTITUTO ECUMÊNICO FÉ E POLÍTICA - ACRE
Secretaria de Estado de Educação e Esporte

Primeira Cartilha da Diversidade Religiosa

MUITOS SÃO OS CAMINHOS DE DEUS
Um pouco de nossa história e de nossas crenças


sábado, 11 de agosto de 2012

Oficina orientará os proponentes de projetos para o Edital 2012 do FMC

Após a grande aceitação da Oficina de Elaboração de Projetos para a Lei de Incentivo à Cultura, a FGB repetiu a dose. Para acrescentar ainda mais na formação dos conselheiros que irão apresentar projeto no Edital 2012 do Fundo Municipal de Cultura (FMC), a Fundação Garibaldi Brasil realiza a Oficina de Orientação para a Elaboração de Projetos no Edital 2012 do FMC.
Durante a oficina, os conselheiros receberão dicas valiosas sobre o processo de elaboração e formatação da sua ideia para este edital. O público alvo são os conselheiros de Arte e Patrimônio Cultural do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) e de Esporte e Lazer do Conselho Municipal de Esporte e Lazer (COMEL).
Serão três opções de dias e horários, sendo de 16 a 18 de agosto, com um turno diferente para cada dia a fim de atender à rotina dos conselheiros. A oficina dará direito a certificado, além do material didático. Com mediação da professora Rejane Ribeiro, a oficina é gratuita e basta o conselheiro se inscrever no local da oficina. Confira os dias, locais e horários oferecidos:
Data: 16 de agosto (quinta-feira)
Horário: das 18h às 22h
Local: Instituto Campos Pereira.

Data: 17 de agosto (sexta-feira)
Horário: das 14h às 18h
Local: Sede do CMPC e COMEL no Parque Capitão Ciríaco.

Data: 18 de agosto (sábado)
Horário: das 8h às 12h
Local: Sede do CMPC e COMEL no Parque Capitão Ciríaco.

Fonte: Blog do Sistema Municipal de Cultura

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Breve história da música no (vale do) Acre - IV*

Desde a influência das músicas sacras do Daime, passando pelas serenatas nas noites de lua e pela inesperada “Batalha da Borracha”, até a chegada do rádio ao Acre, a música acreana foi se transformando e adquirindo novas características.

Dentro da mesma linha de atuação, mas com resultados completamente distintos, está a formação, a partir de meados da década de 20, dos primeiros centros de Daime que sob o comando do Mestre Irineu, e mais tarde de outros como Daniel Matos, deram início a uma nova faceta musical típica do Acre: a musica sacra do Daime. A partir do contato de Irineu Serra com os trabalhos espirituais desenvolvidos pelos irmãos Antônio e André Costa em Brasiléia, os adeptos do Daime criaram movimentos musicais-religiosos que mesclaram elementos indígenas, nordestinos e católicos e desenvolveram uma forma característica de prece cantada que tornou-se conhecida como hinário.
Mestre Daniel Pereira de Mattos
Essa vertente musical, apesar de passar quase despercebida nos primeiros anos, deu origem a uma grande variação nos rituais das diversas igrejas de Daime que existem atualmente. Foram assim desenvolvidos bailados diversos, repertórios musicais variados - que incluem ritmos como valsas, marchas e nordestinos - e instrumentos tradicionais (violão, violino, teclados, etc.) ao lado daqueles de origem claramente indígena como os maracás.
Continue lendo no Blog Miolo de Pote.

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Fundo Municipal de Cultura de Rio Branco 2012
Edital e seus anexos
O Edital 2012 do Fundo Municipal de Cultura e seus anexos já estão disponíveis para download no blog Cultura RB e no site da Prefeitura de Rio Branco. No blog, os links podem ser visualizados na barra à direita. No site da Prefeitura, basta acessar este link: http://riobranco.ac.gov.br/v4/index.php?option=com_content&view=article&id=4229:fmc-fundo-municipal-de-cultura-2012&catid=1:noticias&Itemid=68. Para baixar os arquivos, basta clicar com o botão auxiliar do mouse (botão direito) sobre o arquivo e escolher a opção “Salvar link como...”.

Vale ressaltar que os arquivos que estão em word devem ser preenchidos e aqueles que estão em formato pdf não tem essa necessidade.

Quaisquer dúvidas, basta comentar no blog www.culturarb.blogspot.com, em nossa página no Facebook no endereço http://www.facebook.com/pages/Funda%C3%A7%C3%A3o-Municipal-de-Cultura-Garibaldi-Brasil-FGB/170382606349474, ou em nosso twitter www.twitter.com/fgbculturarb.