”Próxima reunião da Câmara Temática às 19 horas, Casa da Cultura”

domingo, 30 de junho de 2013

Farmacologia Humana da Hoasca (Ayahuasca)

Farmacologia Humana da Hoasca, Planta Alucinógena Usada em Contexto Ritual no Brasil - Uma investigação biomédica em cooperação multinacional dos efeitos da hoasca (ayahuasca), uma potente decocção de plantas alucinógenas, foi conduzida na Amazônia brasileira durante o verão de l993. Esta comunicação descreve os achados psicológicos de membros filiados há 15 anos de uma religião sincrética que utiliza a hoasca legalmente como sacramento, assim como de l5 indivíduos-controle sem história anterior de ingestão da hoasca. Avaliações administradas a ambos os grupos incluíram entrevistas para diagnóstico psiquiátrico estruturado, teste de personalidade e avaliação neuropsicológica. 

Achados fenomenológicos dos estados alterados de consciência, bem como entrevistas semi-estruturadas e abertas de histórias de vida foram conduzidas com o primeiro grupo, mas não com o grupo controle.  Achados significativos incluíram a remissão de psicopatologia após início do uso da hoasca, sem evidência de deterioração da personalidade ou cognitiva. Avaliação global revelou status funcional elevado. atribuído pelos indivíduos ao uso ritual do seu sacramento psicoativo, hoasca. Implicações deste fenômeno não usual e necessidade de investigação futura são discutidas. 

Farmacologia Humana da Hoasca - Estudos Clínicos - Avaliação Comparativa Basal entre usuários do Chá Hoasca de longo prazo e controles. Avaliações fisiológicas dos efeitos agudos pós ingestão do Chá Hoasca 

Um comentário:

Os comentários neste blog passam por nossa moderação, o que nos confere o direito de publicá-los ou não.

Os textos e conteúdos dos comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam, necessariamente, a opinião deste blog.

Não serão publicados comentários de leitores anônimos ou aqueles considerados moralmente ofensivos, racistas, preconceituosos ou que façam apologia a qualquer tipo de vício ou atos de violência e discriminação.

A reprodução é livre desde que mantido o contexto e mencionado a fonte.