”Próxima reunião da Câmara Temática às 19 horas, Casa da Cultura”

sábado, 22 de dezembro de 2012

Comenda Volta da Empreza

Foto Gleison Miranda
Toninho Alves, Madrinha Peregrina Gomes Serra,
Prefeito Raimundo Angelin e Governador Tião Viana
Na noite de ontem, 21, o Mestre Raimundo Irineu Serra, fundador da doutrina do Daime, foi homenageado com a Comenda Volta da Empreza, honraria máxima concedida pela Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação de Cultura Garibaldi Brasil (FGB), aos cidadãos de destaque na história do município. Ele foi agraciado com o grau Chanceler, a mais alta distinção da Ordem.

Outros homenageados da noite foram a educadora Robélia Fernandes, o jornalista Elson Martins e o governador Tião Viana.

Mestre Irineu, um maranhense, chegou a Rio Branco em 1912 – há 100 anos, portanto. No interior da floresta, teve o seu primeiro contato com a ayahuasca, chá sacramental cujo uso remonta aos incas.

A partir de então, teve visões com Nossa Senhora – a Rainha da Floresta –, que o orientou a fundar, em Rio Branco, uma doutrina baseada no uso daquela bebida agregado aos princípios cristãos.

Aos poucos, foi se espalhando, na cidade, notícias sobre o poder curativo do Daime, que, tanto durante os serviços espirituais liturgicamente já estabelecidos como nos atendimentos particulares que o Mestre fazia, salvou a vida de muitas pessoas desenganadas pela medicina convencional urbana.

Além disso, Mestre Irineu exerceu sua cidadania de modo exemplar, contribuindo em muito com a organização social Estado. Agregou em torno de si uma comunidade com a qual trabalhou na agricultura, gerando, inclusive, produções recorde. Formou mutirões de mais de 40 homens, incluindo ele, para por exemplo, limpar os barrancos do Rio Acre e dar mais segurança às pessoas que transitavam no local.

Em sua casa, onde recebia sua irmandade espiritual, cidadãos em geral que buscavam ajuda e representantes do poder instituído, manteve reuniões do Comitê dos Autonomistas, que lutava para elevar o Acre de território a estado. Era consultado, também, por diversas autoridades e políticos que buscavam seu aconselhamento no referente a questões referentes à vida pública.

Mestre Irineu Serra fez sua passagem para o mundo espiritual em 1971. Sua esposa, Peregrina Gomes Serra (ao centro da foto, ladeada, à esquerda, por seu orador, o jornalista Antônio Alves (camisa rosa) e à direita, pelo prefeito de Rio Branco Raimundo Angelim e pelo governador do Estado do Acre Tião Viana), é hoje a responsável pela condução das atividades espirituais do Centro de Iluminação Cristã Luz Universal Alto Santo.

Em 2010, Mestre Irineu recebeu, in memoriam, da Assembleia Legislativa do Acre o título de Cidadão Acreano, juntamente com outros dois mestres de linhas tradicionais ayahuasqueiras: Mestre Daniel, da Barquinha, e Mestre Gabriel, da União do Vegetal (UDV).

Desde 2008 tramita, no Ministério da Cultura, o processo de reconhecimento do uso da ayahuasca em rituais religiosos como patrimônio imaterial da cultura brasileira.

Onides Bonaccorsi Queiroz - Verbo de Ligação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários neste blog passam por nossa moderação, o que nos confere o direito de publicá-los ou não.

Os textos e conteúdos dos comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam, necessariamente, a opinião deste blog.

Não serão publicados comentários de leitores anônimos ou aqueles considerados moralmente ofensivos, racistas, preconceituosos ou que façam apologia a qualquer tipo de vício ou atos de violência e discriminação.

A reprodução é livre desde que mantido o contexto e mencionado a fonte.