”Próxima reunião da Câmara Temática às 19 horas, Casa da Cultura”

sábado, 13 de agosto de 2011

A Cultura do norte se reúne

Serão dias de muita conversa para apontar as direções das políticas públicas da área para nossa região.
Quem lê essa coluna não deve saber ainda, mas agora vamos contar: nos dias 15 e 16 de agosto acontece o II Encontro do Fórum dos Gestores de Cultura das Capitais da Região Norte, lá no Cine Teatro Recreio. É a primeira vez que o evento é realizado em Rio Branco e receberá, como diz o nome, os secretários e assessores de cultura das capitais nortistas.

Além deles, tem outra ‘ruma’ de gente que vem: representantes do Ministério da Cultura (MinC), dos Conselhos de Cultura de Rio Branco e do Acre, de instituições, estudiosos da cultura e gestores de outras áreas da administração pública. Bem, dito isto dá para ver que não se trata de “coisa pouca”. Mas afinal de contas, pra quê serve esse encontro?

Antes de tudo, voltemos para o primeiro desses encontros, aquele que foi feito em Manaus. Lá, o objetivo principal foi debater as especificidades de cada capital e encontrar formas eficientes de reforçar as ações culturais das cidades em nossa região. Outra questão bastante comentada nesta ocasião foi a criação de um intercâmbio entre estas cidades, estabelecendo uma interlocução melhor com o MinC em prol das necessidades comuns das capitais do Norte. Disso tudo saiu a “Carta de Manaus”, documento que nasceu para pactuar tudo isso.

O objetivo deste segundo encontro é identificar e consolidar prioridades de gestão pertinentes aos interesses comuns, tendo em vista o fortalecimento das políticas culturais da Região Norte. Entre essas prioridades estão questões como o "Custo Amazônico" - fator que onera as iniciativas culturais devido a questões geográficas e logísticas da região -, Economia Criativa, Sistema Nacional de Cultura, Sistemas de Informação e Indicadores Culturais, Diversidade Cultural e Criatividade.

Os problemas, aflições, anseios e desafios dos órgãos responsáveis pela cultura nas capitais da Região Norte são parecidos. Na busca pela melhoria deste cenário, cabe aqui aquele velho jargão “a união faz a força”, pois a reunião de representantes da cultura nortista representa que a região está mais organizada e pronta para maiores investimentos do governo federal. É o grito de “nós existimos”!

Apresentando o quanto já crescemos e debatendo quais trilhas devemos seguir para consolidar as políticas públicas para a cultura, este encontro já mostra a que veio. Vale ressaltar que está é apenas uma etapa, pois logo em seguida vem o Fórum dos Gestores de Cultura das Capitais do Brasil. São as cidades, que atuam mais diretamente com a população, mostrando força.

Que cheguem logo os dias desse evento, porque a ansiedade é grande!

Ah, e antes que nos esqueçamos: o encontro é uma realização da Rede Acreana de Cultura (formada por FGB, FEM, IPHAN/AC, MINC/AC, SEBRAE/AC, SESC/AC e SESI/AC), em parceira com a Prefeitura Municipal de Rio Branco e Fórum dos Gestores de Cultura das Capitais da Região Norte.
 
Postado originalmente no Blog do Sistema Municipal de Cultura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários neste blog passam por nossa moderação, o que nos confere o direito de publicá-los ou não.

Os textos e conteúdos dos comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam, necessariamente, a opinião deste blog.

Não serão publicados comentários de leitores anônimos ou aqueles considerados moralmente ofensivos, racistas, preconceituosos ou que façam apologia a qualquer tipo de vício ou atos de violência e discriminação.

A reprodução é livre desde que mantido o contexto e mencionado a fonte.