”Próxima reunião da Câmara Temática às 19 horas, Casa da Cultura”

sábado, 2 de julho de 2011

Seminário Patrimônio, Cultura e Cidade - IPHAN-Acre

Convite da Superintendência do Iphan no Acre para participar do Seminário Patrimônio, Cultura e cidade, que será realizado nos dias 05, 06 e 07 de julho próximo no Palácio da Justiça TJAC. Conheça a programação, clique aqui.


Abaixo o release do evento!

O Centro Histórico de Rio Branco será Patrimônio Nacional

A Superintendência do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Acre (Iphan) iniciou estudos para tombar em nível Federal o Centro Histórico de Rio Branco. Com essa ação, prédios com valor histórico para a população acreana como o Casarão e Palácio Rio Branco ficarão protegidos contra a ação do tempo, uma garantia de manutenção dos elementos que permitem compreender a formação da memória, da história e da identidade brasileira a partir dos bens culturais do Acre.

Já foi iniciado um trabalho de articulação interinstitucional, com discussões para ações de registro do patrimônio imaterial, a cultura dos rio-branquenses, e de tombamento do patrimônio material, além de ações de gestão necessárias a cada um desses bens.

O Seminário Patrimônio, Cultura e Cidade será o ponto de partida para a abertura de uma ampla discussão interinstitucional, intergovernamental e com a sociedade civil acerca dos estudos para instrução do processo de Tombamento da área central histórica da capital acreana. A partir dos resultados dessa debate, será apresentado ao Governo Federal o reconhecimento dos atributos como Patrimônio Cultural nacional de parte da cidade de Rio Branco, por meio do Iphan  e, por conseguinte, da canalização de planos e ações específicas que garantam a qualidade do acervo a ser tombado e a manutenção das suas características, que motivaram a proteção.  

Período Econômico da Borracha

Especificamente falando dos prédios do Centro Histórico de Rio Branco, o temário atual de apreensão é traçado a partir do Período Econômico da Borracha e do contexto de criação do Território Federal do Acre.

A constituição física da cidade expõe a significância cultural de sua matéria, que se sobrepõem e coabitam em uma mesma estrutura, ao longo do tempo diversas expressões das sociedades que a edificam. Tanto os aspectos históricos, quanto os arquitetônicos e urbanísticos, assim como os paisagísticos, associados aos diversos eixos temáticos que organizam vetores de apreensão dos bens existentes, representam, enfim, parte integrante do que é o Patrimônio Cultural de quem mora na Capital do Acre.

Ao mesmo tempo, dentro dessa particularidade dos valores culturais de expressão local, julga-se também relevante a sua existência para o sentido de nação brasileira. É neste sentido que o Iphan desenvolve estudos atualmente em todas as capitais dos Estados, por considerar cada cidade guardiã de valores culturais importantes que a conformam como exemplares de unicidade e de distinção.

Seminário: Patrimônio, Cultura e Cidade

Seminário: Patrimônio, Cultura e Cidade será realizado no  Palácio da Justiça ( TJAC ), no dias 05, 06 e 07 de julho de 2011, das 08h30 às 18 horas. No evento terá representantes do corpo técnico do Iphan no Acre, do Iphan em Brasília por meio do Departamento de Patrimônio Material e Fiscalização (Depam), da Coordenação de Educação Patrimonial do Departamento de Articulação e Fomento (Ceduc/DAF). Contará também com representantes da Prefeitura Municipal de Iguape-SP, para relatarem a experiência do processo de tombamento da cidade paulista, será promovida também uma palestra com a participação de uma pesquisadora sobre Arquitetura e Urbanismo no Estado do Acre, além de representantes da Prefeitura Municipal de Rio Branco, para contribuir, com suas explanações, nos estudos sobre o Tombamento já iniciados pela Superintendência Estadual do Acre.

Grupos de discussão

Além das palestras, está prevista a formação de três Grupos de Trabalhos para a discussão e produção em temas específicos: Educação Patrimonial; Valores Patrimoniais da cidade de Rio Branco; e Processo Participativo em Estudos para a Proteção de Centros Históricos.

Aspectos como Política Urbana, Desenvolvimento Urbano, Plano Diretor, desempenho de papeis do Município, Estado e União sobre o mesmo território num planejamento e gestão integrados e compartilhados, gestos participativos, entre tantas outras questões, alinhavadas com o Patrimônio Cultural, serão discutidos durante os 3 (três) dias de Seminário. O evento também propõe a construção conjunta de diretrizes para o prosseguimento das atividades dos estudos para Tombamento da área central histórica de Rio Branco com os participantes do evento.

O intuito deste primeiro momento de discussão aberta é de tornar público o processo iniciado pelo Iphan no Acre e inserir agentes das diversas naturezas e forças contributivas para a continuidade dos Estudos para a Proteção da área central histórica de Rio Branco. Procura-se, com isso, a legitimação e pactuação dessa trajetória, numa construção participativa, integrada e compartilhada para a salvaguarda do Patrimônio Cultural brasileiro.

Contato:
Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN
Superintendência do IPHAN no Acre
Rua Dom Bosco, nº 186 | Bairro Bosque | Rio Branco-AC| CEP 69909-390
T. (68) 3227.9029 | iphan-ac@iphan.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários neste blog passam por nossa moderação, o que nos confere o direito de publicá-los ou não.

Os textos e conteúdos dos comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam, necessariamente, a opinião deste blog.

Não serão publicados comentários de leitores anônimos ou aqueles considerados moralmente ofensivos, racistas, preconceituosos ou que façam apologia a qualquer tipo de vício ou atos de violência e discriminação.

A reprodução é livre desde que mantido o contexto e mencionado a fonte.