”Próxima reunião da Câmara Temática às 19 horas, Casa da Cultura”

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Fundação Garibaldi Brasil lança edital do Fundo Municipal de Cultura deste ano

Desde 2008, o FMC fomenta projetos das áreas de Artes, Patrimônio Cultural e Esporte

Garantir a produtores, grupos e entidades, das diversas manifestações artísticas, culturais e esportivas de Rio Branco, esse é o objetivo do Fundo Municipal de Cultura. E nessa quinta-feira, 8, a Fundação Municipal de Cultura Garibaldi Brasil realizou o lançamento do seu edital de 2011, na sede dos Conselhos, no Parque Capitão Ciríaco. Com recurso de R$285 mil, o edital contempla a projetos de Rio Branco nas áreas de Artes, Patrimônio Cultural e Esporte, sendo divido igualmente para cada área. “O edital é uma ‘mão na roda’ das pessoas que fazem cultura em Rio Branco. Parabéns pela qualidade do processo todo do Sistema Municipal de Cultura”, disse o ator e produtor cultural Dinho Gonçalves.

Em funcionamento desde 2008, o Fundo Municipal de Cultura é um instrumento de financiamento das políticas públicas municipais nas áreas de Arte, Esporte e Patrimônio Cultural, previsto na Lei nº. 1.676/2007, de 21 de dezembro de 2007, Lei do Sistema Municipal de Cultura. Ele tem como finalidade democratizar o acesso aos recursos disponíveis por meio de editais, definidos pela sociedade civil durante as reuniões do Conselho Municipal de Cultura, efetivando assim a transparência no processo de apoio cultural.

Foi durante a Plenária Integrada do IV Fórum Setorial de Arte e Patrimônio Cultural e III Fórum Setorial de Esporte, realizado no dia 3 de agosto de 2011, no Cine Teatro Recreio, que os conselheiros se reuniram para definir o edital do Fundo Municipal de Cultura que lançado no ano de 2011. “O Fórum que definiu esse edital teve participação expressiva da sociedade, mostrando bem como é o nosso processo.”, analisou Eurilinda Figueiredo, diretora-presidente da FGB.


De acordo com decisão definida pelos conselheiros do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) e do Conselho Municipal de Esporte e Lazer (COMEL), o teto para os valores de cada projeto variam de acordo com a área e a sua natureza. Em Arte, os projetos nas naturezas de Formação, Produção, Circulação, Intercâmbio e Manutenção de Grupos e Entidades podem chegar a R$ 15 mil, e R$ 5 mil para Pequenos Apoios. Já em Patrimônio Cultural, a natureza de Eventos (ações integradas) vai até R$ 15 mil, para Formação e Produção o teto é de R$ 10 mil, e para Pequenos Apoios chega a R$ 5 mil. Em Esporte, os projetos de Formação, Produção, Circulação, Intercâmbio e Manutenção de Grupos e Entidades têm o teto R$ 5 mil, e de R$ 2,5 mil para Pequenos Apoios.

Os projetos devem ser apresentados de 15 de setembro de 2011 a 4 de outubro de 2011, no horário das 8h às 12h e das 14h às 17h, na sede da Fundação Garibaldi Brasil. O edital e os formulários podem ser encontrados na Fundação Garibaldi Brasil, no site da prefeitura (http://www.riobranco.ac.gov.br) ou clicando aqui.

Conheça as naturezas dos projetos por área
Arte: Formação, Produção, Circulação, Intercâmbio, Manutenção de Grupos e Entidades e Pequenos Apoios.
Patrimônio Cultural: Formação, Produção, Pequenos Apoios e Eventos (Ações Integradas).
Esporte e Lazer: Formação, Produção, Circulação, Intercâmbio, Manutenção de Grupos e Entidades e Pequenos Apoios.

Quem pode participar?
Para apresentar projeto a este edital o proponente deverá estar inscrito no Cadastro Cultural do Município de Rio Branco (CCM) até o dia 14 de setembro de 2011, e adimplente junto aos Mecanismos de Financiamento do SMC.

Edital 2011
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários neste blog passam por nossa moderação, o que nos confere o direito de publicá-los ou não.

Os textos e conteúdos dos comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam, necessariamente, a opinião deste blog.

Não serão publicados comentários de leitores anônimos ou aqueles considerados moralmente ofensivos, racistas, preconceituosos ou que façam apologia a qualquer tipo de vício ou atos de violência e discriminação.

A reprodução é livre desde que mantido o contexto e mencionado a fonte.